A coluna vertebral é composta por vértebras cervicais, torácicas e lombares, cujo seu interior existe a medula espinhal, entre as vértebras estão os discos intervertebrais, que são constituídas por tecido cartilaginoso e elástico cuja função é evitar o atrito  entre uma vértebra e outra e amortecer o impacto.

Os discos intervertebrais desgastam-se com o tempo e o uso repetitivo, o que facilita a formação de hérnias de disco, ou seja, a extrusão de massa discal que se projeta para o canal medular através de uma ruptura da parede do anel fibroso. O problema é mais freqüente nas regiões lombar e cervical, por serem áreas mais expostas ao movimento e que suportam mais carga.

o tratamento da hérnia de disco pode ser através de medicamentos que reduzem a dor e a inflamação, além de fisioterapia. Entretanto, muitos médicos vem indicando a prática de pilates como parte do tratamento devido aos excelentes resultados que o método vem proporcionando a este público também.

O pilates promove a estabilização da hérnia de disco, possibilitando uma vida saudável e sem dor. O método se fundamenta nas forças centrais do corpo – CORE – que inclui o complexo lombar pélvico dos quadris, ou seja, esses grupos musculares centrais vão absorver grande parte do impacto, estabilizando sobretudo as articulações da coluna. Além de restabelecer os espaços intervertebrais através do fortalecimento e alongamento dos grupos musculares, resultando em uma maior proteção dos discos intervertebrais e alinhamento da postura adequada. Desta forma, os sintomas que tanto incomodam tem uma melhora significativa, possibilitando as práticas das atividades da vida diária e profissional de forma satisfatória e segura.

Beleza & Saúde - Submarino.com.br

One Response to “Pilates no tratamento da Hérnia de disco”

  1. […] Perfil Pilates » Pilates no tratamento da Hérnia de disco […]

Leave a Reply